segunda-feira, janeiro 28, 2008

Sinais

Entre aqueles que nos são mais próximos, muitas vezes conseguirmos distinguir o seu verdadeiro estado de espírito mesmo que ele se encontre mascarado por aquilo que querem aparentar para o exterior.
Será que é por os conhecermos assim tão bem essas pessoas que chegamos ao ponto de discernir o seu sentir mais íntimo?

Ou será que essa ligação forte que existe, é afinal o motivo pelo qual os outros nos enviam sinais? Sim, sinais quase imperceptíveis e por vezes enviado de forma inconsciente que em surdina permitem partilhar connosco esse seu estado de espírito mais pessoal.

Como se fosse uma busca silenciosa da nossa ajuda ou um partilhar mudo de um sentimento pleno de vida que quer ser calado para todos os outros. Talvez seja mesmo por este segundo motivo, e assim sendo também eu às vezes lanço sinais que nem todos vão conseguir entender. Outros não vão sequer dar por eles e haverá quem os vai entender de forma completamente errada.

1 Comments:

Blogger Em tempos foi....Hotaskim said...

Os sinais estão na empatia que existe entre as pessoas. Podem é ser sinais contraditórios, porque as pessoas têm tendência em ser uma coisa na realidade palpável e em sociedade e outra coisa completamente diferente quando estão sozinhos ou num meio virtual, onde tudo se solta, onde os sinais estão ali bem presentes.
Por exemplo: tu tens uma forma de estar perante a sociedade e o local de trabalho, uma postura, uma "máscara", um conjunto de regras que fazem de ti o que tu és para os que te rodeiam, contudo em casa , com a familia, tens outra tipo de normas e "máscaras", assim como também tens outras distintas perante alguem desconhecido ou perante uma bela dama que adores... Mas o teu verdadeiro eu, a tua própria identidade tem caracteristicas que só tu as conheces, e muitas das vezes, nem te apercebes de que as tens, e quando as usas, ou te acusam de algo, ou apontam algo, ou fazem reparos acerca de qualquer coisa, etc... depois tu pensas: "mas que raio, que 'sinal' terei eu dado a esta pessoa se eu queria dar um completamente distinto?" etc...
Todos os sinais são sinais, e todos eles são válidos, mas cada um á sua maneira e dependem imenso do conhecimento de emissor-receptor e da forma como está a decorrer essa transmissão de sinais, se ao vivo, se por telefone, se na internet, se nos relacionamentos, nas acções, etc.
Na minha opinião, p.e., eu acho que o teu afastamento ou a diminuição de colocação de posts, fotos e afins, se deve a algo bem maior que excesso de trabalho ou stress diário. Aposto mais em uma paixão recente com a qual não sabes lidar e, daí, talvez esses sinais de que falas, estarem a ser mal interpretados ou se calhar tu ainda não te aperceste da forma como os estás a passar. Este post é sinónimo disso mesmo: dúvida!! residem dúvidas não em ti, pensas tu, mas nos outros que não compreendem os teus sinais. Será que não é o inverso? Ate que ponto tu te conheces?...

6:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home