segunda-feira, novembro 19, 2007

Contraprova Impossível

“A vida tem destas coisas: nunca se pode fazer a contraprova, porque não é possível voltar atrás.”
(José António Saraiva, no Sol de 17 de Novembro de 2007)


Há muito que aprecio ler o que José António Saraiva escreve. Concordando ou não, é normalmente com prazer que sigo as suas histórias e opiniões.
Esta semana, retive esta frase, que retirada do texto original consegue ganhar uma dimensão e abrangência ainda maior em relação ao que já tinha na crónica. É mesmo assim, as decisões tomadas não podem ser comparadas com o que poderia ter sucedido se as opções tivessem sido diferentes. Não temos forma de tirar a prova, por isso de nada nos vale pensar em arrependimentos.
Resta-nos seguir em frente e tentar decidir no presente com a confiança e a vontade de que vamos alcançar os nossos objectivos.

3 Comments:

Anonymous Maria-Treva-Flor said...

Sim..resta-nos seguir em frente apesar daquele gostinho amargo do que poderia ser que não foi.
Culpa dos deuses que inventaram e deram a conhecer a nós pobres criaturas a omnipresença.
Tendo em conta que os deuses é invenção humana não contraprova possível.

Beijo*
P.s- Gostei do que tens por aqui

2:56 da tarde  
Blogger Um Momento said...

Nem mais
Há palavras que por si só ... dize tudo

(*)

12:31 da manhã  
Blogger Marisa Correia said...

Encontrei este blog, porque visitou um meu Orkut. Decidi vir ver do que se tratava este blog, e pelos vistos é um blog que parece a ser muito interessante, tenho que ler com mais calma.
Mas o que diz José António Saraiva é bem verdade, pois quem é que já não fez determinadas coisas na qual se arrependeu depois?
Um grande beijo e espero voltar aqui para ler melhor o blog.

11:45 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home