domingo, janeiro 21, 2007

Impulsividade

Existem impulsos que acontecem na nossa vida sem pressões, são espontâneos e naturais. Surgem e aceitamos a sua existência quase sem os questionar.
Quando acontecem deste modo, é muito mais simples de os admitir como parte da nossa vida e têm todas as condições para nos proporcionarem momentos agradáveis.

No entanto há outros impulsos que nos deixam desconfortáveis ou com dúvidas, por muito interessantes que nos pareçam à partida. Estes são aqueles que nos deixam com mais angústias sobre a decisão de os seguir e aceitar ou não, porque nunca sabemos se o que é hoje agradável amanhã continuará a ser visto da mesma forma, e vice-versa.

Venham muitos impulsos do primeiro tipo para podermos aproveitar as boas surpresas da vida e alguns do segundo tipo para podermos decidir, arriscar, acertar, falhar e aprender com a nossa própria experiência.

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Caínha said...

Estarás mesmo a falar de impulsos?
Não parece. Pelo menos não consigo perceber o que são impulsos pressionados :) por oposição aos impulsos sem pressões.
Se calhar esses não são impulsos mas imposições, ainda que ténues.

11:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home