segunda-feira, dezembro 01, 2008

Aprender

Todos os dias temos oportunidade de aprender mais um pouco de nós, dos outros, da nossa relação com os outros, do mundo que nos rodeia e dos nossos sonhos. Basta que estejamos disponíveis para perceber calmamente o nosso sentir, em vez de reagirmos apenas pelos impulsos imediatos.

4 Comments:

Blogger JúliaML said...

é verdade, Nelson. :-)
respirar fundo e contar até 3, costuma ser um truque que dá resultado. :-9

bejinho

11:03 da tarde  
Anonymous amlet boca-doce said...

querido Nelson, atrevo-me a um outro ponto de vista... :)
os impulsos imediatos são por vezes a tradução mais genuína do sentir, percepções não filtradas, momentos instantes num aqui-agora, o tempo que existe...
habituamo-nos a modulá-los deixando pouco espaço ao improviso :D

12:37 da tarde  
Blogger Sara said...

Este é meu favorito dos teus blogues.

Existe algo de peculiar nele e uma essência que surge de imediato em mim sem eu dar por ela...

É Belo...

Um enorme beijinho

11:41 da manhã  
Blogger Sara said...

Isso também tem haver com a observação pessoal, tal como a meditação interior e a forma como a focalizamos nos outros.


Um beijo

4:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home